Tuesday, November 30, 2004

Ata Reunião Ordinária de OUTUBRO

Gente, eu sei que demorou muuuuito mas aí está ela, a incorruptível ata da COPEVE:

Ata da reunião ordinária da COPEVE
outubro de 2004


Data: 01/10/04
Horário: 19:00
Local: Cervejaria Loop – Steak House (esq. R. Rio Grande do Sul com R. Aimorés)

Comparecimentos: Marina Assis, Carol C5, Daniel “Jack” Arthur (ex-veterano Com e agregado da C5), Clara Bello, Cynthia Zaniratti, Sander (agregado da Cynthia), Júlia e Júlia (convidadas da Clara), Letícia Orlandi, Nikolas Spagnol, Ferdi Lara, Adriane Barroso, Gabriel Penna, Flávia Bandeira, Bruno Portela (convidado do Ferdi), Catito (ex-veterano Com).

Relatora: Marina Assis

A reunião começou às 19:15, com minha chegada. O buteco tem “lá dentro” e “lá fora”. O ambiente é gostoso e as conversas das outras mesas estão animadas. O único problema é que vamos sair daqui com cheiro de churrasco (mas quem liga?). Sentei na mesa do lado de fora. Aqui é mais arejado mas como a rua é inclinada, a mesa fica torta e está balançando enquanto eu escrevo. Esqueci de trazer a câmera. No flashes today.

Vamos ao cardápio: Coca-Cola (R1,70), cerveja 600ml (R$2,80), fritas (R$6,90), caldo de feijão (R$4,90). As carnes são a especidade do lugar. Fazem um monte de tipos na churrasqueira e o cheiro está ótimo! A C5 chegou às 19:30. Conversamos sobre a TV, a Guarani, o EM, trabalho em geral. Falamos sobre os colegas que estão longe, sobre a viagem do Célio (ele não compareceu porque viajou a trabalho) e sobre outras viagens. Clara e Cynthia chegaram às 20:20. A C5 e a Clara falaram sobre trabalho em campanhas políticas. A Clara e a Cynhtia pediram cerveja e ficaram me chamando pra beber (eu estou na Coca light, mantendo firme a proposta de não-chapação). Reparamos que a C5 está de unhas pintadas de preto. A Júlia-irmã-da-Clara e a Júlia-vizinha-da-Clara chegaram. Fizemos um brinde da “mulhegada”. Estou me sentindo excluída: a C5 tomando água, eu na Coca e o resto todo na cerveja...

A Cynthia distribuiu seu cartão de visita a todos da mesa. Uma promoção em parceria com a COPEVE, “Só quem vai à reunião ganha cartão”. A C5 e a Cynthia falaram sobre os preparativos da Cynthia para a viagem à Espanha. Letícia chegou às 20:45. Estamos achando esse encontro muito feminino... Cadê os homens da Comunicação? E as mulheres continuam tomando cerveja. Minha Coca light lemon natural (o lemon que é natural, não a Coca) está ótima!

Às 20:45 chega o Melo, único homem da mesa, para salvar a mulhegada indefesa. O Nikolas ficou com ciúme e chegou logo depois. Não sei o que eles fizeram, mas as duas Júlias saíram da mesa logo depois. As conversas agora são sobre candidatos a prefeito, debates e Bush. Nunca tem um Swatch no fundo da minha lata de Coca light... Falamos sobre trabalhar nas eleições. A Letícia já trabalhou 3 vezes, chegou até a ser presidente de sessão! Estou na segunda vez e o Melo vai estrear nesta eleição. A tia da C5 conheceu o marido dela na eleição porque eram mesários da mesma sessão. Que romântico!

Pedimos uma porção de mandioca cozida com manteiga e queijo (R$9,50), muito bem recomendada pela Cynthia. Também pedimos uma porção de carne de sol (R$11,90). Estamos com fome! Nikolas foi promovido no Banco do Brasil, passou de escriturário a auxiliar técnico. Mais umas cervejas e vamos convencê-lo a pagar a conta da mesa.

Ferdi e Dri chegaram às 21:15, bem na hora de falar mal! Ele está de cabelo novo. Falamos de alianças de casamento. A comida chegou e está muito boa! A mandioca com manteiga e queijo é tudo! O Deoroz está namorando uma menina chamada Diorella, achamos o maior barato. Deve ter sido feita sob encomenda pra ele. Pedimos mais mandioca, agora com lombo. Melo e Nikolas ficaram falando de futebol, série C. A Letícia está no livro do Jornal Nacional.

Falamos do incêndio do Cine Candelária e do Pathé, que virou uma FeiraShop de Informática. Temos tanta coisa boa pra falar que até agora não falamos mal de ninguém. Hahahaha, passou um moço na calçada, em frente à mesa, e falou com a Cynthia que se ela fosse candidata ele votava nela! Ela começou a pensar em candidatar pra ganhar “dinheiro fácil”. Falamos mal da Luana. Dizem que ela mandou fotos do ap onde está morando na França. Jack falou que quem fica em BH e ganha a vida com comunicação é o melhor. Segundo ele, o povo que sai é porque não se adaptou -> teoria evolucionista do Jack.

Gabriel chegou às 22:10. Falamos sobre Copa do Mundo e Olimpíadas. A Flávia chegou da aula às 22:30. A C5 e a Dri falaram de uma amiga da Psicologia que conta casos estranhos que aconteceram com ela. Já tem uma comunidade no Orkut chamada “eu acredito na Ana Elisa”.

Tem um monte de ônibus parado aqui na frente. Tô com dó (mas nem ligo) dos passageiros, parados, com cara de tédio, vendo a gente aqui comendo e bebendo. O Nikolas reclamou da transmissão de esporte da Band. Falou mal da transmissão do esporte na Globo também. O Sander chegou às 22:40. As Júlias voltaram pro buteco. A Letícia falou bem do Armando Oliveira, ex-Alterosa e atual Globo. Confirmei com ela que na Alterosa eu sempre escutei todos falarem bem do trabalho dele. O Nikolas falou mal do Jaeci Carvalho, do Estado de Minas. O “suor” do copo do Coca molhou a ata (mas que lugar de colocar o copo). O Nikolas disse que os programas de esporte são programas de futebol (Minas Esporte, Alterosa Esporte). O lado de lá da mesa está tirando muitas fotos, com a máquina da Cythia. Melo e Nikolas falaram das comunidades do Orkut que comentam o Street Fighter. Só faltava o Adriano aqui pra empolgarem total.

Não tem Swatch no fundo da minha lata de novo! Pqp! O Bruno Portela, também conhecido como Porteleza Real (o Ferdi tá ficando bêbado) chegou. O Ferdi pegou a lapiseira e escreveu na ata: “Façamos agora uma homenagem (ou prece) ao álcool. Entre conversas e discussões, um minuto de silêncio. Vida longa ao encontro mensal da Com2001 – turma abençoada”. Não preciso comentar mais nada, né?

A Letícia foi embora às 23:30. A Júlia-vizinha-da-Clara dirige perigosamente. Cuidado com ela. Quando ela faz vuuuuumm, mais perigo ainda. Se você vir um Golf cinza no retrovisor, desloque-se para a direita e deixe ele passar. A Dri será presidente da sessão eleitoral. Disse que os olheiros a descobriram. Contaram caso de um jantar na casa da Clara. A Júlia-irmã-da-Clara ficou sofisticando o nome do prato que comeu.

Gabriel e Ferdi ficaram falando do governo do Aécio e da futura transformação da Pça da Liberdade em centro cultural. Falaram da futura candidatura do Aécio a presidente e sobre a comunicação do PT dirigida a diversos públicos. Ferdi bebum oferecia o odor do couro da bolsa da Júlia-vizinha-da-Clara para todos cheirarem.

Frase do dia: “a cerveja contribói para o bom futebói”, Gabriel Penna.

O Gabriel tirou os tickets dele de dentro de um porta documento do “Mentor Despachante”. Morremos de rir. O Ferdi “degreniu” a língua portuguesa. Já estávamos rindo de qualquer coisa (foi a primeira vez que fiquei bêbada com Coca light) e o Sander cantou o hit “Não se ‘degrina’, não se ‘degrina!’”. Mais uma frase do Gabriel: “onde tem história, tem futuro” -> tudo começou com o brinde às risadas que ainda estão por vir. Alguém escreveu na ata: “Viva o Tony Rei”. Acho que foi o Ferdi.

As risadas tomaram conta da mesa. A Clara é procuradora do Bruno e conta para a mesa o que ele está pensando sobre a turma. Flávia se despede à 1:00 e o Melo também.

Os convidados solicitaram receber a ata por e-mail. A Clara “derturpou” a história do Mineirão e Gabriel acusou-a de “destuprar” a língua portuguesa. Falaram de política mais um tempo. Falaram mal. As coisas estavam super sérias e a Clara soltou um “pier-de-poule”. Rachamos de rir. A Clara imitou o Zacarias. Gente, ela imitou o Zacarias.

Começamos a fazer as contas para pagar à 1:45. Pagamos à 1:55 com o Jack pedindo uma cortesia para a nossa conta de R$238,00.

E foi só.


Marina Assis

3 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Nao so anonimo nao!
So o Florencio!

Morri de rir aqui lendo a ata!
Morri de saudade do lombo, da mandioca e dessas coisas todas que tem ai. Ta me dando mo fome agora, vo ter que me contentar com alguma carne com curry ou entao alguma massa sem gosto da cantina.
To com saudade doces!

Abraco pra todo mundo!

December 2, 2004 at 10:45 AM  
Blogger Nikolas Spagnol said...

Quem lê esse negócio vai pensar que eu sou um tipo rabugento que reclama de tudo... Mas talvez seja isso mesmo.

E obrigado por ter suprimido detalhes sórdidos de fim de festa, como, por exemplo, o bebum aqui perambulando só pelas ruas belo-horizontinas, deixado sem carona pelos amigos-da-onça (é verdade que o Ferdi me salvou).

December 3, 2004 at 11:02 AM  
Anonymous Anonymous said...

Ei! Meu nome é com um "L" só. Mas a ata ficou boa assim mesmo. Abraços, Diorela

December 5, 2004 at 10:58 PM  

Post a Comment

<< Home